Importantes

O planeta Terra, sem morcegos seria um lugar bastante diferente. As mais de 1200 espécies de morcegos que existem em todo o mundo, desempenham um papel fundamental no equilíbrio dos ecossistemas e na manutenção da biodiversidade. 


Controladores de pragas e pestes florestais

Cerca de 70% das espécies de morcegos a nível mundial são insectívoros, alimentando-se de borboletas noturnas, escaravelhos, grilos e outros pequenos insetos voadores, como os mosquitos. Algumas espécies de morcegos comem metade do seu próprio peso em insetos numa só noite, conferindo-lhe um papel fundamental no equilíbrio dos ecossistemas, como controladores de pragas agrícolas e florestais. 

Curiosidade: O morcego-anão (Pipistrellus pipistrellus), uma das mais pequenas espécies de morcego que existe em Portugal, pode comer numa só noite mais de 1000 mosquitos.


Polinizadores e dispersores de sementes

Algumas espécies de morcegos alimentam-se de pólen e néctar das plantas pelo que desempenham um importante papel na polinização. Nas florestas tropicais existem plantas que abrem apenas durante a noite de forma a serem polinizadas por morcegos. Algumas espécies de plantas tropicais dependem assim dos morcegos para serem polinizadas. Por outro lado, os morcegos frugívoros (alimentam-se de frutos) ajudam na dispersão de sementes, ajudando na regeneração das florestas.